O Biólogo do Marketing [parte1]

Como todos aliás, alguns... tá bom, ninguém sabem sou um profissional do marketing, com formação em biologia. Tudo a ver né? Eu fico tentando imaginar como minha formação pode ajudar minha profissão, ou vice-e-versa. Então achei alguns textos que me ajudaram e muito a "me encontrar"

Segue o primeiro da série:

 Eco Design em Marketing
 Por Rafael Mauricio Menshhein

 O Marketing sempre busca estar à frente, apontando novas tendências no mercado, os comportamentos dos consumidores que variam com o tempo, os impactos que seus produtos e serviços podem causar ao meio-ambiente e busca nos estudos as melhores estratégias para que seu público-alvo e a sociedade em geral percebam o que pode ser feito para que todos ganhem. O mercado, especialmente a concorrência, exige do Marketing os estudos contínuos, Pesquisa e Desenvolvimento estão trabalhando constantemente para que o produto ofertado tenha vantagens sobre os produtos de seus concorrentes, mas essencialmente hoje há a preocupação com o meio-ambiente, então surgem novas tendências como o Eco-design, permitindo que os profissionais de Marketing elaborem produtos com menos poder agressivo a natureza e trazendo para dentro da organização muito mais do que um simples conceito, pois sem o ambiente não há empresa.


O Eco-design está ligado diretamente à Pesquisa e Desenvolvimento de novos produtos ou serviços, é vital que as empresas hoje tomem atitudes voltadas a proteção ambiental, mas os marqueteiros irão usar esta tendência para fazer uma boa Propaganda da empresa, e é por isso que as empresas dos marqueteiros quebram. Um profissional de Marketing sabe que no mercado não existem modas, mas são os Ciclos de Vida de produtos e serviços que iniciam-se ou acabam, é por isso que ao trabalhar com Marketing deve-se ter uma excelente visão do que está muito a frente do seu tempo, os produtos devem ser trabalhados para o momento certo no mercado e, atualmente, as empresas que não possuem ou assumem suas responsabilidades perante a sociedade, seus consumidores e o meio-ambiente está fadada ao fracasso.

Segundo a Wikipedia, o Eco-design é o termo para uma crescente tendência nos campos da arquitetura, engenharia e design em que o objetivo principal é projetar lugares, produtos e serviços que de alguma forma reduzam o uso de recursos não-renováveis ou minimizem o impacto ambiental. É vista geralmente como uma ferramenta necessária para atingir o desenvolvimento sustentável. Aqueles que defendem esta Filosofia acreditam que grande parte dos problemas ambientais foram causados pelo design convencional e pela indústria, que desconsideraram os riscos e impactos ambientais ao produzir bens e serviços. O Eco-design é um meio de reduzir ou eliminar esses impactos e manter qualidade de vida, substituindo produtos e processos por outros menos nocivos ao meio ambiente.

Princípios do Eco-Design:
- Escolha de materiais de baixo impacto ambiental: menos poluentes, não-tóxicos ou de produção sustentável ou reciclados, ou que requerem menos energia na fabricação;
- Eficiência energética: utilizar processos de fabricação com menos energia;
- Qualidade e durabilidade: produzir produtos que durem mais tempo e funcionem melhor a fim de gerar menos lixo;
- Modularidade: criar objetos cujas peças possam ser trocadas em caso de defeito, pois assim não é todo o produto que é substituído, o que também gera menos lixo.
- Reutilização/Reaproveitamento: Propôr objetos feitos a partir da reutilização ou reaproveitamento de outros objetos; projetar o objeto para sobreviver seu ciclo de vida, criar ciclos fechados.

Próximo tema: Sustentabilidade no varejo.

4 comentários:

  1. Que bom encontrar alguém com o "mesmo dilema ". Sou biólogo, especializando em gestão ambiental e tenho uma queda - imensa- por marketing. Mas aí entra o dilem: por onde começar ?

    ResponderExcluir
  2. Acho que você deve seguir aquilo em que eh mais experiente!!

    Falo isso com conhecimento de causa!!

    ResponderExcluir
  3. Acabei de desenvolver uma pesquisa no mestrado sobre a interação entre o design e o marketing e suas consequências sobre a conjuntura. Em tese, um tema extremamente novo e pouquíssimo explorado por ambas as disciplinas.
    E a pergunta que emerge é a seguinte: Considerando a perspectiva socioeconômica, cultural e ambiental atual, já pensaram em um mundo sem mercado, e portanto, sem marketing?

    ResponderExcluir
  4. A singularidade da crise da conjuntura global na atualidade, a falência dos métodos tradicionais de marketing, a evolução e a transcendência do tipo de pensamento empregado em design, configuram uma nova perspectiva para o relacionamento dos campos do design e do marketing e respectivamente para a própria conjuntura.
    Este cenário está muito próximo de se tornar real e será tema do livro que pretendo lançar.

    ResponderExcluir