Como se faz um carro reciclável

Para muitas religiões, a vida após a morte é uma certeza. Para os carros também. Isso principalmente nos Estados Unidos e na Europa, onde 95% dos veículos que saem de circulação são reciclados, já no Brasil esse índice é de 1,5%, de acordo com o Sindicato do Comércio Atacadista de Sucata Ferrosa e Não Ferrosa. Praticamente todas as peças podem ser reaproveitadas. A carcaça, que representa 68% do automóvel, vira material para um veículo novo. O parabrisa se transforma em garrafas e os pneus servem de matéria-prima para pavimentar ruas.

“Modelos brasileiros já têm, em média, 85% de materiais que podem ser reciclados” 

Estima-se que no Brasil existam cerca de 10 milhões de veículos aptos para a reciclagem. Isso significa cerca de 5 milhões de toneladas de sucata ferrosa, o material mais abundante num carro. Ela se transforma em aço, que é infinitamente reciclável. “Cerca de 70% do aço aplicado hoje em nossos carros vem de sucata ferrosa”, diz Heitor Bergamini, diretor executivo da Gerdau, uma das fornecedoras do produto às montadoras. “Se a reciclagem aumentar, esse número pode ser maior.”
Como se recicla um carro. Clique para ampliar
Por aqui, não há regulamentação, mas o reaproveitamento chegou a algumas fábricas. “Modelos brasileiros já têm, em média, 85% de materiais que podem ser reciclados”,
diz Heloisa de Medina, pesquisadora do Centro de Tecnologia Mineral do Ministério de Ciência e Tecnologia. O EcoSport tem 85% de seus componentes recicláveis, segundo a Ford.
O revestimento do teto e dos porta-objetos, por exemplo, é de fibras naturais de juta.


Além de ecologicamente correto, o reaproveitamento pode ser economicamente vantajoso. O preço do plástico reciclado, por exemplo, é 40% mais baixo que o da resina virgem. E a indústria de reciclagem automotiva americana fatura 25 bilhões de dólares por ano. Apesar disso, por aqui existem só leis estaduais, como a portaria publicada pelo Detran do Rio Grande do Sul e o projeto “Pátio Legal” do governo de São Paulo. Ambos querem esvaziar os pátios.

Matéria da revista 4 Rodas - Agosto 2011

Um comentário:

  1. Convido você a participar do agregador de links www.surpriselink.com, você vai se surpreender...
    Para ser nosso parceriro e trocar banner clique AQUI

    ResponderExcluir