Carro movido..a GRITO???

É.. para a divulgação das Olimpíadas 2012 em Londres, a Volkswagen na Holanda criou uma corrida de 100 metros para desafiar as pessoas, torcedores holandeses com seu laranja e itens espalhafatosos tradicionais em estádios.

Porém, são duas diferenças básicas: 1. A corrida não é com as pernas, e sim com um carro: o modelo Up!. 2. O carro não tem acelerador.

A única maneira de tirar o Up! do lugar é no grito. Quanto mais alto se grita, mais rápido o carro anda. São provas diárias, e as equipes que obtiverem os melhores tempos no dia levam ingressos para assistir provas e partidas dos Jogos Olímpicos.

Veja a loucura:




Agora, como se faz isso?

Simples.Trata-se basicamente de um medidor de decibéis atrelado ao acelerador do carro. Algumas medidas de segurança foram pensadas para a brincadeira: O limite de velocidade é 30km/h, e o co-piloto que acompanha a prova tem freio do lado direito.

Acho que isso não daria certo no Brasil. Imagina, o trânsito parado e o cara gritando e xingando. Acidente é claro.

Visto no B9

Ilha movida a energia solar

Em breve, o pequeno arquipélago de Tokelau, na Nova Zelândia, será totalmente abastecido por energia solar. No lugar dos geradores a diesel usados atualmente para atender a demanda, entrarão em cena mais de 4 mil paineis fotovoltaicos.

Para atingir esse objetivo, seus cerca de 1,4 mil moradores contam com o apoio da empresa neozelandesa PowerSmart Solar, responsável pela instalação do projeto. Quando entrar em operação, no final de 2012, o sistema de energia renovável vai evitar a queima de 200 mil litros de diesel por dia, impedindo emissões anuais de 2 mil toneladas de CO2e. Além de poupar o meio ambiente, a geração limpa ajudará também as contas públicas - anualmente, Touquelau gasta um milhão de dólares com energia. 



O projeto deverá se estender pelos três atóis que compõem o pequeno teritório no Pacífico Sul - Fakaofo, Nukunonu e Atafu. Ele foi planejado para fornecer 150% da demanda de energia e o excesso será armazenado, a título de precaução, em bateriais especiais.

Ao se livrar da dependência do combustível fóssil, a região, que não dispõe de ruas e é acessível apenas por mar, também atingirá a autossuficiência em energia, já que todo o diesel é fornecido pela Nova Zelândia. Mas o combustível ainda será necessário - para abastecer os únicos três carros da ilha.


Faça sua própria palheta...

...e saia tocando sua guitarra, e ainda ajude o meio ambiente.
Díficil? Só se for a parte de tocar a guitarra, pois fazer sua palheta ajudando o planeta é fácil.

A Green Picks Recycle Machine é uma máquina muito interessante e inovadora criada pela MTV Brasil.

Agora quando o seu cartão magnético vencer existe uma ótima forma dereciclá-lo, transformando-o em palhetas super diferentes.

Para transformar o cartão, basta inseri-lo na máquina, abaixar a alavanca e pronto: você tem novas palhetas!

A máquina pode ser encontrada em bares de São Paulo e na sede da MTV, no Sumaré, mas daqui a pouco estará no Brasil todo!!

Veja como funciona


Agora, não precisa mais ficar pedindo para os guitarristas no show!!
Ehehe

Visto no Garimpo Verde