Ideias para decorar a casa de maneira ecológica

Depois de ter um Casamento Sustentável, agora falarei da decoração da casa dos pombinhos!
Claro que tem que ser ecológica!

E não é dificil fazer.
Veja as dicas:

• Têxteis orgânicos. Decorar de uma forma mais verde também passa por ler cuidadosamente as etiquetas de todos os têxteis que aquecem e decoram os nossos lares. Certifique-se que escolhe sempre toalhas, lençóis, mantas, cobertores, estores e tapetes feitos exclusivamente de materiais orgânicos e/ou reciclados, caso do algodão, lã, linho e bambu; ou ainda fibras naturais como o sisal, ervas marinhas ou a fibra de coco. Também os colchões podem ser eco-friendly, principalmente se escolher modelos compostos por lã ou látex natural.
• Plásticos não. As nossas casas estão recheadas de objetos em PVC – um plástico que não é biodegradável e que estudos recentes apontam para o facto de emitirem algumas substâncias nocivas para a saúde. Sempre que puder, evite o plástico, nomeadamente, as cortinas para a banheira, utensílios de cozinha, cadeiras, objetos decorativos e de organização. Uma boa alternativa, mais amiga do ambiente é, sem dúvida, a melamina, que é um plástico reciclado.
• Paredes ecológicas. As tintas que tradicionalmente se utilizam para pintar paredes estão infelizmente recheados de vapores e químicos que são prejudicais para a saúde e para o meio ambiente. Por isso, na hora de pintar, escolha sempre tintas ecológicas, ou seja, aquelas que são recicladas, produzidas à base de leite e biodegradáveis. Se optar por papel de parede, o cuidado a ter é o mesmo – papel reciclado sempre!
• Chão verde. A escolha do revestimento para o chão também pode assentar numa decoração verde – opte sempre por qualquer tipo de madeira reciclada ou ecologicamente sustentável, caso do eucalipto e bambu, mas também o betão polido, pedra, linóleo, cortiça e azulejos de vidro reciclado… estes são materiais produzidos com recursos naturais e renováveis.


• Luz natural. Um dos mais importantes gestos de uma vida verde é aproveitar, ao máximo, a luz natural. No que toca à iluminação artificial, se ainda não o fez, está mais do que na hora de trocar todas as lâmpadas tradicionais por lâmpadas económicas. O que seria de uma bonita decoração sem velas acesas? Neste aspeto, prefira sempre as velas de soja que são, de longe, as mais amigas do ambiente.
• Lufada de ar fresco. Verde é vida e vida são flores, por isso, use e abuse da decoração floral – para além de ser um apontamento decorativo de grande beleza, as flores e as plantas filtram o ar e refrescam o ambiente de forma natural e melhor do que qualquer ambientador artificial. Encha a casa de gerberas, fetos, palmeiras, clorofitos, filodendros… e respire fundo! Se tiver espaço, plante um jardim e desfrute de uma vida mais verde ao ar livre e em comunhão com a Mãe Natureza.
• Decorar a reciclar. Antes de deitar alguma coisa fora pense se esse objeto não ganharia outra vida pintada de uma nova cor ou com puxadores diferentes; se pode ser utilizado noutra divisão da casa ou se pode ser aproveitado por algum amigo ou familiar. Utilize este mesmo raciocínio sempre que pensar comprar algo novo para casa, pois, por vezes podemos dar uma vida completamente nova, bonita e funcional às coisas mais velhas. Em alternativa, pode ainda aproveitar feiras de velharias e antiguidades para encontrar e reutilizar uma peça vintage mais especial – a isto chama-se reciclar com estilo!
• Design amigo do ambiente. Se gosta de decorar e procura uma forma mais ecológica de o fazer, então apoie o movimento verde ao qual designers de todo o mundo já se dedicaram. Hoje não é difícil encontrar objetos de design exclusivos e espetaculares, criados inteiramente com produtos reciclados: copos reciclados a partir de para-brisas antigos, mobiliário e peças decorativas em cortiça de rolhas recicladas, poufs criados a partir de pneus reciclados, cortinas e almofadas em bambu. O design verde veio para ficar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário