Ecologia x Religiões

Quanto mais a ciência é mudar a consciência da humanidade de hoje é a "nova cosmologia" ciência do cosmos e da natureza, todos eles. Pela primeira vez, e simultaneamente a toda a humanidade, temos uma visão científica do universo: a sua origem, seu tamanho, sua evolução, galáxias, estrelas, planetas, vida ... e é uma vista maravilhosa, realmente fascinante, muito diferente do que tínhamos, que temos tido por milênios, até poucas décadas atrás.
Ao longo da história da nossa espécie, que não tinha meios de conhecer o cosmos. Apenas quatro séculos Galileu inventou o primeiro telescópio bruto. Religiões, a curiosidade, intuição, arte, poesia ... se comprometeu a reunir-se com imaginação e criatividade a nossa ignorância coletiva, nossos medos e desejos de saber .. "Mitos", tão grande, que os nossos antepassados desenvolveram coletivamente e, tradicionalmente, atribuída a revelações divinas, desempenhou um papel social essencial para a nossa organização civilizacional, instalações e veículos para as crenças fundamentais para a auto-compreensão de nós mesmos e nossa programação social.
A nova cosmologia, a implantação tão grande que a ciência nos últimos tempos tem sido feito em pedaços esse "imaginário religioso clássica", que tem sido antes a consciência da humanidade por milênios. Os mitos que há muito tempo acreditava que a humanidade foi uma descrição da realidade (como revelado pelos deuses), em flagrante confronto com a visão de que a ciência define diante dos nossos olhos. Religião, arte, poesia imaginar um mundo pequeno, apartamento, imóvel, fixa, e diretamente criado como vemos, e governado por um Deus lá em cima, lá fora , seria um tipo de razão fundamental para tudo ... . Neste mundo da ciência nova, já não podemos ser pessoas de hoje e de continuar a participar nesse imaginário. E essa é a principal razão para a relação tensa da nova cosmologia ea ciência em geral com a religião.

Leia na íntegra: http://zelmar.blogspot.com/2011/01/ecologia-desafio-para-as-religioes.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário