Brasil, o país do Sol

Estando a maior parte do seu território entre a linha do Equador e o trópico de Capricórnio, o Brasil é um país com clima tropical, porém também em boa parte das regiões nordeste e norte é equatorial. E o que isso significa? Sol quase o ano todo.

Segundo dados de levantamento feito por ONGs, o Brasil tem capacidade solar para atender 10% da sua demanda atual de luz capacitando menos de 5% da área urbanizada do país.

Todo esse potencial pode ser aproveitado, utilizando-se a geração de Energia Solar, que é uma fonte inesgotável, renovável, limpa e gratuita.

Gratuita sim, pois o sol nasce todo dia para todos. Porém tem de se usar a tecnologia para transformar a energia solar em energia elétrica. Essa tecnologia demanda um investimento.

Mas além da radiação, temos mais atratividade do Brasil para investimento solar, pois apesar da tímida presença da Energia Solar Fotovoltaica na produção energética Brasileira – quando comparada a níveis mundiais – este tipo de energia cresce a passos largos, com expansão de cerca de 100% ao ano.

E para esse crescimento, o setor de energia solar teve um impulso no primeiro trimestre do ano passado. Com nova regulamentação aprovada pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), as concessionárias serão elegíveis a um desconto de 80% em impostos pagos para distribuir eletricidade gerada pelo sol. Além disso, já foi anunciado que projetos da área poderão recorrer a empréstimos com taxas mais baixas que as normais.

A saída para o desenvolvimento da produção solar, é através da Geração Distribuída, com a instalação de painéis fotovoltaicos em casas, empresas, estabelecimentos comerciais e prédios, por exemplo.

E para esses consumidores, a energia solar tem várias vantagens, como:
- Ótimo custo/benefício, pois o investimento inicial é recuperado, e o restante da energia vem gratuita do sol;
- Retorno rápido do investimento (dependendo da quantidade de energia usada);
- Estímulos financeiros do governo.

Além é claro das vantagens ambientais, tais como:
- Energia Solar é limpa, renovável (diferentemente de gás, óleo e carvão) e sustentável, ajudando a proteger o nosso ambiente;
- Não polui o ar lançando dióxido de carbono, o óxido de nitrogênio;
- Por não usar nenhuma energia combustível, não contribui para o preço e problemas da recuperação e o transporte do combustível ou o armazenamento de resíduos radioativos.

O que se conclui é que o uso de energia solar é uma aplicação que veio para ficar, pois além de todos os benefícios para o meio ambiente, é um investimento rentável a médio e longo prazo, além de gerar emprego e renda para a população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário