Guia da bike perfeita

Pedalar é ótimo, tanto para a saúde, quanto para o meio ambiente e a mobilidade urbana. Mas não é só subir na bicicleta e sair na cidade.

Transformar a vontade de pedalar em prática, porém, exige alguns questionamentos. O primeiro, invariavelmente, é: que bicicleta comprar?

Em geral, futuros ciclistas se surpreendem ao ver como o custo é variável: bicicletas aparentemente parecidas podem custar desde R$ 300 a R$ 2 mil (isso falando de equipamentos para amadores. Uma bike profissional pode chegar a mais de R$ 50 mil). Sem contar os modelos, cores, acessórios, tipos de equipamentos.




Segue algumas dicas:


1 - Bicicleta boa permite ajutes finos para adaptações.

2 - Compre também capacete e luvas de proteção.

3 - Teste muitos modelos antes de se decidir.

4 - Evite as bicicletas mais baratas. Em geral, são montadas com peças de baixa durabilidade.

5 - Fuja de bikes em que o guidom é soldado ao conjunto da mesa: a qualidade é inferior.

6 - Há um tamanho certo de bicicleta para cada ciclista. Peça para calcular o seu.

Fonte: Gazeta do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário