Carregue seu iPhone respirando??

Mais um da série Carregue seu Iphone com...
Mas dessa vez, além de ser algo muito inusitado, foi criado por um designer brasileiro e já ganhou até um prêmio internacional.

Sim!! O AIRE, projetado por João Lammoglia, nada mais é do que um carregador de eletrônicos portáteis que converte a respiração humana em energia elétrica.

O usuário deve vestir uma máscara com mini turbinas em seu interior que captam o ar expelido o transformando em energia, que por sua vez é transferida para os eletrônicos por meio de um cabo USB.
Você pode pensar que é muita loucura, mas imagina.. O cara inventou uma mini turbina eólica e você vai ficar parecendo o Hannibal Lecter, mas olha a revolução que isso vai fazer!! Você poderá gerar energia! É simplesmente fantástico!

Guardiões do Verde

A parceria entre a Organização não Governamental Lixo e cidadania e o Instituto Estadual de florestas tem rendido bons frutos. Com quase um ano de trabalho, o Projeto ‘Guardiões do Verde’ já contabiliza mais de 100 árvores plantadas e tem mobilizado várias instituições e pessoas para melhorar a arborização urbana em Divinópolis. O projeto ‘Guardiões do Verde’ dá continuidade à filosofia do trabalho ‘Mães Guardiãs do Verde’, que contou com a participação de mães da região Sudeste de Divinópolis. Desde de outubro de 2011, elas se responsabilizaram e se envolveram no plantio de árvores na região, com o apoio do IEF.
Até o final do projeto a programação é de que cerca de 300 mudas sejam plantadas em toda a cidade, além de promover a realização de várias ações junto a população divinopolitana no sentido de disseminar a educação ambiental no município.


Andreia Pinto Rabelo, integrante da Ong Lixo e Cidadania conta que as 100 árvores foram plantadas na região sudeste de Divinópolis, área que abrange os bairros Vale do Sol, Sagrada Família, Nações, Ferrador e os demais da região.
O trabalho para plantio contou com o apoio da Paróquia de Nossa Senhora das Dores e também a Diocese de Divinópolis. As mães da comunidade foram envolvidas no projeto para realizar o plantio e receberam ainda treinamento e participaram de encontros para a conscientização sobre a importância da preservação ambiental.

Green Cup Solution

É isso... a Solução é o Copo Verde!
Estou falando do copo ecológico lançado há 2 anos em evento no Município de Lagoa da Prata-MG.

Este utensílio substitui os copos descartáveis utilizados em eventos de pequeno, médio e grande porte. A ideia não se limita somente a diminuição na poluição causada pelos copos descartáveis, é bem simples e funciona assim...
Na portaria do evento entrega-se a cada pessoa um GREEN CUP SOLUTION e terá que cuidar dele enquanto permanecer no evento, podendo levá-lo para casa.

                                                              Além de reduzir o impacto provocado pelos copos descartáveis lançados nos aterros, rios, mananciais, córregos, além de diminuir a possibilidade de assoreamento, entupimento de bueiros assim evitando inundações de cidades o GREEN CUP SOLUTION, lançado pelo Engenheiro Gleisson Brandão, em 2011, tem como proposta futura efetuar o plantio de árvores para cada volume de copos comercializados.

“Acreditamos que para cada mil GREEN CUPS, poderemos plantar mais de quarenta mudas”, explica o idealizador do projeto.

Gleisson relaciona a importância da iniciativa para eventos como exposições, shows musicais e festas de música eletrônica:

A fábrica arrependida

Se todas as fábricas "pensassem" assim:

 

Mas os homens poderiam pensar por elas né?

Infográfico de um edifício verde


É em um desse que vou morar!

Sustentabilidade na moda (literalmente)

Em Divinópolis, polo do setor da moda, retalhos de tecidos que sobram de mais de mil confecções da cidade, são utilizados na decoração. Caixas de leite longa vida viram móveis, uma forma de estimular o consumo de forma consciente.

Veja vídeo: Integração Sustentável

Ajude a combater o tráfico de Animais

Ele não fez nada para estar aqui
É simples:

• Não compre objetos e bijuterias com penas de animais.
• Conheça a Lei de Crimes Ambientais.
• Não compre animais silvestres.
• Denuncie tráfico de animais silvestre à Linha Verde do Ibama – 0800618080
• Passe essa dica adiante.


Teia condutora

Teia de aranha é melhor condutor de calor que alguns metais, diz pesquisa


Essa é uma curiosidade muito interessante.
Um pesquisador da Universidade de Iowa, nos Estados Unidos, descobriu que a teia de aranha é um melhor condutor de calor que alguns metais. Além desta nova propriedade, a fibra é resistente, elástica e bastante fina.

Segundo Xinwei Wang, a teia supera bons condutores de calor, como alumínio e ferro puro. Poucos materiais teriam capacidade de condução térmica superior, como prata e diamante. Em comparação com outros materiais orgânicos, a superioridade da teia é ainda maior: ela chega a conduzir calor mil vezes melhor que a seda do bicho-da-seda.

"Nossas descobertas vão revolucionar o pensamento convencional sobre a baixa condutividade térmica de materiais biológicos", afimou Wang em material de divulgação. O pesquisador estuda condutividade térmica e buscava materiais orgânicos capazes de conduzir calor.

Wang acredita que a descoberta pode resultar em aplicações práticas da teia, como componentes eletrônicos e roupas para o verão.

Fonte: G1.com.br

Carros tóxicos

Uma Pesquisa da ONG americana Ecology Center com mais de 900 veículos listou os carros com os maiores e menores níveis demateriais potencialmente nocivos à saúde.

Diferente do que muitos pensam, os americanos "beberrões" que seriam os mais poluentes, portanto os mais tóxicos, sendo que só 2 estadunidenses estão na lista negra.

- Mitsubishi Outlander
- Chrysler 200 SC
- Kia Soul
- Nissan Versa
- Mazda CX-7
- Hyundai Accent
- Chevrolet Aveo5
- Kia Sportage
- Volkswagen Eos
- MINI Clubman S

Já na lista dos "limpos" temos um domínio japonês, com nada menos do que 7 entre os 10 mais, sendo 6 os primeiros da lista.

- Honda Civic
- Toyota Prius
- Honda CR-Z
- Nissan Cube
- Acura RDX
- Acura ZDX
- Audi S5
- Smart Coupé
- Toyota Venza
- Smart Passion

Queime calorias, não eletricidade!



Essa é uma campanha que a prefeitura de Nova York fez, em 2008 que incentivava pessoas a subirem pelas escadas e não de elevador.
A iniciativa visava a redução do gasto de energia, assim como o nível de obesidade entre os americanos.

Esta prática pode muito bem ser espalhada para várias outras cidades, inclusive do Brasil, e só tem benefícios para a saúde e para o bolso, como:

• Subir escadas gasta 700% a mais calorias do que você gastaria subindo de elevador;
• Subir escadas por dois minutos por dia pode queimar calorias suficientes para eliminar o 1 quilo que um adulto médio ganha por ano;
• Homens que sobem cerca de 20 andares por semana (cerca de três andares por dia) têm 20% menos risco de acidentes vascular cerebral ou morte;
• Subir escadas tem se mostrado um meio de aumetar o bom colesterol e melhorar a saúde cardiovascular.